Notícias

Selantes - Peso ou Volume?

Selantes - Peso ou Volume?
20/06/2018
Visitando obras pelo Brasil afora e, por trabalharmos no campo de especificação de materiais, temos o costume de pesquisar os motivos pelo qual um aplicador, um engenheiro ou um comprador define a compra de um determinado selante (seja de silicone, poliuretano ou acrílico). E nos chamou a atenção uma das razões apontadas: O peso do produto.
 
 
Pesquisando produtos de diversas marcas, percebemos que a prática de informar somente o peso líquido do selante vem sendo adotada por muitos fabricantes. A Portaria INMETRO nº 157, de 19 de agosto de 2002 exige que todos os produtos que são comercializados no Brasil que são pré-medidos devem constar em seu rótulo a massa ou o volume ou o comprimento. E estabelece algumas regras para isso como tamanho da fonte, uso do SI (Sistema Internacional de Unidades), etc.
 
 
No entanto, apesar dos selantes serem vendidos pelo seu peso, o seu rendimento (que é o que realmente interessa) é medido pelo volume que ele ocupa em sua aplicação. E isso faz com que muitos confundam como calcular o rendimento do produto.
 

Se tivermos por exemplo, dois selantes de poliuretanos a serem especificados para um trabalho em juntas de fachada, equivalentes, com o mesmo peso de 400g, mas, o primeiro apresentar 300ml de volume e o segundo 260ml, entendemos que o primeiro terá rendimento de 15% a mais do que o segundo, apesar de terem o mesmo peso.
 
 
O que ocorre então? Como os selantes são formulados a partir de matérias-primas diferentes, e cada fabricante tem sua receita, um fator determinante passa a ser relevante para que o usuário passe a buscar na ficha técnica: a densidade do produto ou seu peso específico. Normalmente as unidades mais utilizadas para o nosso caso podem ser vistas como g/ml ou g/cm³.
 
 
Como sabemos, existe uma relação matemática importante, que nos diz que a relação entre massa e volume de um material nos traz seu peso específico, ou melhor, sua densidade, e aí sim conseguiremos comparar produtos de mesmo peso, mas, que nem sempre possuem o mesmo volume dentro da embalagem.
 
 
ρ = m / v
(Densidade é representada pela letra grega “rô”)
 
 
Em 2017 fizemos algumas campanhas no facebook, mala direta e reforçamos nos treinamentos sobre o assunto com o banner abaixo.



 

Portanto, agora você já sabe que não é pelo peso que você vai calcular o seu rendimento. Muitas vezes produtos com alta densidade, que aparentemente se apresentam com preços atraentes podem fazer sua obra custar mais caro. Sem contar que, alguns fabricantes de selantes, para baratear seu produto, colocam o que chamamos de “carga”, que são insumos que não agregarão em qualidade, mas, sim, em densidade e farão com que o produto fique “mais barato”.
 

Fique esperto e continue lendo nossos artigos! O próximo falaremos como calcular o rendimento para sua obra!


Conte sempre conosco!
 

Eng. Luiz Eduardo Antinossi Pereira

FACEBOOK